Como será a escola do futuro? Conheça 4 tendências da educação

A escola é vista normalmente como uma instituição que leva mais tempo para ser afetada pelo desenvolvimento tecnológico. A própria disposição da sala de aula, com o professor em pé na frente dos alunos, é a mesma há muito tempo. Porém, embora essa imagem perdure, o fato é que a educação não está alheia às transformações tecnológicas, e o futuro aponta para mudanças significativas na forma de ensinar e aprender.  

Confira neste artigo tendências e projeções de como a escola será no futuro, conforme a tecnologia entre de vez no dia a dia da comunidade escolar. Aproveite para conhecer um pouco mais sobre Educação 3.0, que tem tudo a ver com esse tema. Boa leitura!

Quatro tendências da escola do futuro

A internet e o desenvolvimento da tecnologia colocam em xeque antigos paradigmas e põem à prova antigas “certezas definitivas” em relação ao papel da escola na formação humana. Toda essa transformação coloca especialistas, gestores e educadores para pensar em novas formas de organizar a vida escolar, formar um currículo adaptado às exigências contemporâneas e projetar o futuro. Conheça quatro tendências que se colocam quanto ao futuro da educação.

Inovação aplicada à sala de aula  

Inovar é mais do que apenas inventar algo ou fazer algo inédito; é também pensar nas melhores formas de fazer algo, ou seja, compreender um processo e trabalhar para a evolução dele. O uso de aparatos tecnológicos em sala de aula, como tablets, laptops e smartphones, é importante, mas não são garantia de inovação. É preciso entender como extrair dele novas possibilidades de interação no processo de ensino-aprendizagem.  

Os recursos tecnológicos têm um papel facilitador na vida escolar, mas podemos acompanhar tendências inovadoras na inovação para além desses aparatos. Essas inovações buscam trazer mais autonomia ao estudante, que passa a ser sujeito ativo no aprendizado. Entre as inovações recentes e que podem se tornar predominantes está o ensino a distância. Diversas plataformas online já contam com recursos como videoaulas interativas, avaliações online e feedback automatizado.

A capacitação de educadores nesse processo é fundamental: cada vez mais professores precisarão estar prontos para adaptar a linguagem de suas aulas e saber usar as ferramentas para aulas digitais.

A gamificação é outro recurso inovador que será cada vez mais utilizado nas aulas. Jogos são motivadores, estimulam o raciocínio, geram envolvimento e fortalecem a sociabilidade. Assim, a gamificação aplicada ao ensino, ou seja, a possibilidade de usar jogos como meio de aprendizado e desenvolvimento cognitivo, faz com que os estudantes elevem seu interesse pelas disciplinas e cria uma ótima oportunidade de interação real com o conhecimento.

Tecnologia aplicada à gestão escolar

Muitas vezes alunos e pais de alunos não se dão conta do trabalho de bastidores para que as aulas aconteçam de forma satisfatória. Embora imprescindível para o ensino, o professor não é o único profissional fundamental numa escola; uma boa gestão escolar é essencial para que se obtenham bons resultados educacionais.

Para isso a tecnologia também pode ajudar bastante. Prover um sistema integrado de gestão educacional é uma forma de trazer inovação ao dia a dia escolar, reduzindo burocracias, melhorando o mapeamento de ações pedagógicas e permitindo à escola trazer soluções rápidas para as dificuldades cotidianas.

Em portais online e aplicativos, o próprio estudante consegue acompanhar suas notas, frequência, quadro de horários, situação financeira e até mesmo fazer avaliações parciais. Também por meio da tecnologia, pais e estudantes podem ter uma interação maior com a escola, ainda que a vida esteja cada vez mais corrida.  

Transmissões ao vivo

Sabemos que aulas gravadas têm limites de interação e coparticipação que as aulas presenciais não têm. Ainda que a modalidade de ensino a distância venha a se efetivar para a educação básica, certamente aulas com transmissão ao vivo ainda serão necessárias para estabelecer ou fortalecer esse contato direto entre alunos e professores.

Cada vez mais comuns, as aulas ao vivo, em seus diversos formatos, caem no gosto de professores e instituições de ensino, pela possibilidade de atingir muito mais pessoas ao mesmo tempo. Os “aulões” virtuais abertos são uma forma de trazer conhecimento e debate com potencial de atingir grandes massas de estudantes, por meio de plataformas como YouTube, Instagram, Zoom, entre centenas de outras.

Uso de realidade virtual e aumentada com objetivos pedagógicos

Alguns temas na vida escolar aguçam a imaginação dos estudantes. Como era a vida dos dinossauros? Como eram as vestimentas dos contemporâneos da Idade Média? Como “visualizar” uma equação ou fórmula em uma aplicação real? Com o uso de realidade virtual, o estudante consegue aprender utilizando seus sentidos e participando de uma experiência interativa com os objetos de aprendizagem.

Áreas do conhecimento que exigem experimentos difíceis e arriscados de serem reproduzidas em ambiente escolar podem, por exemplo, trabalhar com aplicações de realidade virtual e aumentada. Imagine, por exemplo, quantas horas em simuladores de voo tem um piloto em formação antes de pilotar um avião real. A tecnologia de realidade virtual e aumentada permite essa capacitação prévia. Imagine então esse princípio aplicado para estudantes de ensino fundamental e médio. É possível que em alguns anos esse seja um recurso comum em muitas escolas.  

Enem 2019 – Inscrição, Local da Prova e Resultado

O Enem 2017 é a oportunidade que muitos alunos estão aguardando para poder concorrer a uma tão sonhada bolsa no ProUni.  Mas o Enem não oferece somente bolsas no ProUni, existem vários programas educacionais vinculados ao mesmo em que você pode entrar em faculdades e universidades.

Não é atoa que o Enem tem se tornado um dos programas educacionais mais importantes em todo Brasil, da mesma forma que ele tem se tornado mais concorrido também. O candidato deve estudar com muita antecedência e uma boa preparação para conseguir ter um excelente resultado na prova do Enem 2019.

O bom é que hoje em dia existem cursos preparatórios específicos para quem deseja fazer a prova do Enem. Em 2019 a prova será aplicada conforme foi nos últimos anos em duas etapas. Essas duas etapas ocorreram no dia marcado pelo Ministério da Educação, ainda não sabemos quais serão as datas exatas, mas dentro em breve teremos esses dados para apresentarmos a vocês. A seguir confira mais informações sobre como fazer a sua inscrição no Enem 2019.

A prova do Enem ocorre sempre no segundo semestre do ano e em duas etapas, a primeira sendo aplicada no sábado e a segunda no domingo.  Assim que as datas forem definidas você poderá se organizar melhor, mas sempre fica no fim do mês de outubro ou no começo no mês de novembro.

Enem 2017 Inscrições

As inscrições para o Enem 2017 são feitas somente pela internet, não existe atendimento presencial para essa etapa. Por isso tome bastante cuidado no que diz respeito ao processo de inscrição e tenha mais atenção ainda quanto os prazos para que você não fique de fora.

É muito comum ouvir histórias de pessoas que não participaram do Enem porque perderam os prazos para inscrição, para isso não ocorrer recomendamos que assim que agente criações abrirem você e efetue a sua. Depois não se esqueça de efetuar o pagamento da inscrição para que a mesma seja confirmada.

Caso você se encaixe nos requisitos poderá solicitar a isenção da taxa.  A taxa passou por um reajuste no último ano e hoje é cobrado um valor de R$63, antes o valor era muito mais barato.  Por isso não deixe de conferir quais são os requisitos necessários para que você possa solicitar a isenção da mesma.

Acessando o site do Enem onde você efetua sua inscrição para participar deste processo seletivo. Acesse o link e garanta sua inscrição no Enem 2019: enem.inep.gov.br.

Para pedir a sua isenção da taxa é muito simples, o próprio sistema aprova ou nega automaticamente esse pedido. Para isso você tem que preencher corretamente quais são os dados sociais pedidos durante a inscrição, com base nas informações o próprio site faz uma estimativa da renda familiar que você tem para saber se a injeção pode ser mesmo solicitado.

Prova Enem 2017

As novas datas para a prova do Enem 2019 ainda não foram divulgadas, mas assim que ocorrer você poderá consultar as informações diretamente no site citado.

Conforme já mencionado anteriormente, as datas das provas ocorreram em dois dias, sendo o sábado e domingo, respectivamente. O candidato interessado tem que se organizar para poder comparecer os dois dias na prova, quem faz a primeira etapa e não faz a outra acaba sendo eliminado automaticamente.

O conteúdo das provas continua os mesmos, no primeiro dia as provas abordam questões de ciências humanas e ciências da natureza. Já no segundo dia, que é no domingo, serão questões de linguagens e códigos, que engloba português e língua estrangeira (inglês ou espanhol que você pode escolher) e de matemática, além da prova de redação do Enem 2019 que é um dos itens mais importantes da prova.

O resultado do Enem 2019 vai demorar um pouco para ser publicado, por que é necessário que a equipe faça a correção das provas e depois disponibilize o gabarito preliminar. O resultado final inclui o resultado da prova objetiva e também a nota da redação, é por isso que demora um pouco para ocorrer, pois o processo de correção da redação é um tanto quanto trabalhoso e demanda um bom tempo, imagina quantas milhões de redações são feitas em cada edição.

Não deixe de imprimir o seu cartão de confirmação diretamente no site do Enem para que você possa ir fazer a prova. Se você tiver alguma dúvida entre em contato por meio do telefone 0 800 616161. Por telefone a equipe consegue esclarecer todas as suas dúvidas.

Dicas para Estudar para o Enem 2019

Algumas dicas são importantes para quem deseja iniciar os estudos para o Enem 2017. Colocamos abaixo algumas dicas importantes:

  • inicie seus estudos com antecedência e não deixe para estudar de última hora;
  • se for necessário faça um cursinho preparatório, presencial ou online;
  • tenha ótimos materiais, entre eles livros e apostilas de qualidade;
  • fuja dos materiais resumidos, eles não vão te oferecer a preparação que você precisa para fazer uma prova como a do Enem;
  • treine fazer redações em casa e utilizando temas variados, assim você consegue aumentar a sua capacidade de dissertação.

Estudar para o Enem não é uma tarefa fácil, ainda mais porque esse exame está cada dia mais concorrido e exigindo mais dos candidatos, mas vale a pena porque você pode concorrer a bolsas integrais ou parciais do ProUni.

Sem contar que o ENEM também possibilita concorrer vagas do Sisu, entre outros programas educacionais oferecidos pelo governo, portanto comece a se preparar desde já para fazer a sua inscrição no Enem 2017 e conseguir uma boa nota.

Scroll to top